Especialidades do Fisioterapeuta, Acupuntura e Quiropraxia são Técnicas de Primeira Escolha no Manejo da Dor, Segundo a Associação Internacional
para o Estudo da Dor (IASP)


A Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP) publicou uma nova orientação aos profissionais da saúde e pesquisadores, visando promover novos caminhos no combate à dor e à dor crônica em todo o mundo: o modelo de Medicina Integrativa da Dor.

A Medicina Integrativa combina o que há de melhor das ciências da saúde ocidental com as terapias complementares de diferentes origens, integrando os vários conceitos de avaliação e tratamento em um modelo holístico, focado não só nas disfunções e doenças apresentados como também na saúde das pessoas.

Dentro dessa visão, cada vez mais difundida e aplicada no tratamento da dor, incluem-se com destaque a acupuntura e a quiropraxia, práticas que no Brasil são especialidades do fisioterapeuta. A medicina integrativa, ao adicionar estratégias de tratamento complementares ao manejo convencional da dor, valoriza a capacidade das pessoas de melhorarem sua saúde e qualidade de vida a partir de mudanças de hábitos e através de terapias e práticas corporais resolutivas e seguras, sem o uso de drogas.

A IASP destaca que o uso indiscriminado de medicamentos nas estratégias de combate à dor há décadas vêm gerando efeitos colaterais e a piora dos sintomas em grande parte da população, e há muitos anos anti-inflamatórios não-esteróides de uso continuado promovem mortalidade superior a diversas doenças, inclusive as provocadas por SIDA/AIDS nos EUA. A freqüente utilização de cirurgias, intervenções e medicamentos não tem se mostrado eficaz no controle dos crescentes índices de dor crônica que vem afetando a população mundial, e isso indica claramente a necessidade de novos caminhos terapêuticos aos profissionais da saúde e aos pacientes.


Sugere-se que o sistema de medicina integrativa deva ser uma das melhores soluções nos próximos anos para a prevenção e o tratamento da dor, e que é necessário inverter a ordem terapêutica ainda hoje utilizada: ao invés de iniciar tratamentos com medicamentos e exames, intervenções e cirurgias caras e arriscadas, deve-se procurar inicialmente alternativas seguras e efetivas, como a acupuntura e a quiropraxia, bem como a massagem, o yoga e várias alternativas no manejo da dor, sempre que indicadas.

Seguindo a mesma filosofia, em abril de 2013 a Associação Médica Americana indicou como tratamento inicial e efetivo da dor nas costas a Fisioterapia, a Acupuntura e a Quiropraxia.

Acesse: fb.me/72sDr0CL1

Periódico: PAIN: Clinical Updates, maio de 2014


#acupuntura #quiropraxia #dor #tratamento #prevencao #cronica #portoalegre

Dr. Diego Diehl – Fisioterapia · Acupuntura · Quiropraxia
Fisioterapeuta, CREFITO-5: 74.834-F
Porto Alegre – RS